Em Paris, Serra critica protecionismo europeu


O ministro brasileiro das Relações Exteriores, José Serra, comentou as negociações sobre o acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia.

Em evento em Paris, o chanceler disse que é necessário mais reciprocidade nas discussões sobre o tema e que o protecionismo europeu é maior que o do Brasil.Serra, que está em Paris para participar de uma reunião ministerial anual da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) e de vários encontros bilaterais, conversou com a imprensa durante a abertura da Semana da América Latina, evento organizado anualmente pelo governo francês. Após a cerimônia, no Palácio do Eliseu, o chanceler teve um encontro reservado com o ministro francês Relações Exteriores, Jean-Marc Ayrault, no qual um dos assuntos foi a negociação do acordo de livre-comércio entre Mercosul e União Europeia, emperrado desde os anos 1990.

Na conversa, classificada por Serra como “densa”, o brasileiro abordou a área agrícola da Europa, um dos “grandes obstáculos”, e disse que esforços ainda são necessários para se chegar a um consenso. “Ambos os lados tem que colocar mais atenção na reciprocidade. Nós temos posto, mas é preciso que a Europa também ponha”, disse o ministro, em referência ao protecionismo europeu.

“Os brasileiros gostam de falar dos defeitos do nosso protecionismo, e com razão. Agora, os europeus não falam dos defeitos do seu protecionismo, que é maior do que o nosso”, comentou o chanceler.

Serra também disse que o momento é de buscar expansão do comércio internacional brasileiro, inclusive rumo à América do Norte, como forma se pressionar a União Europeia. “O Brasil tem uma participação tão pequena no comércio mundial, que seu desempenho pode melhorar mesmo com a estagnação que há hoje no plano internacional”, afirmou o chanceler.

http://br.rfi.fr/franca/20160531-em-paris-serra-critica-protecionismo-europeu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *